O resumo perfeito sobre Inbound Marketing

O resumo perfeito sobre Inbound Marketing

Partilha este post

Estás à procura de uma estratégia de marketing digital que te ajude a atrair mais clientes? Temos a certeza de que o Inbound Marketing é a resposta às tuas preces!

Esta técnica tem como objetivo criar uma relação de confiança com o público, em vez de o estares constantemente a interromper com conteúdos invasivos.

Esta estratégia é extremamente complexa. Contudo, quisemos fazer-te um resumo muito prático de como funciona.

Vamos abordar as quatro etapas deste processo, falar-te dos seus benefícios e do impacto das Landing Pages no mesmo.

Continua a ler e prepara-te para meter as mãos na massa.

O que é o Inbound Marketing?

O Inbound Marketing trata-se de uma abordagem de marketing cujo objetivo é alcançar potenciais clientes com conteúdo de qualidade.

A estratégia centra-se na criação de uma relação de confiança entre a marca e o público. Isso é feito através de um processo em quatro fases: atrair, converter, fechar e encantar.

O objetivo é que o público que chega até à tua página de conversão compre o teu produto ou serviço. Depois da compra ser efetuada, deves trabalhar para garantir a sua satisfação com o mesmo.

É importante frisar que esta estratégia aporta imensos benefícios às empresas, nomeadamente:

  • Aumento do tráfego no site ou Landing Page
  • Geração de leads qualificadas devido à segmentação do público
  • Fidelização de clientes
  • Aumento da visibilidade e notoriedade da marca
  • Redução de custos de marketing
  • Melhoria do ROI
  • Melhor compreensão das necessidades e desejos do público

Como vês, investir nesta estratégia pode ser extremamente interessante para melhorar a rentabilidade do negócio.

Mas já que falamos de Inbound marketing, é importante explicar também o que consideramos uma estratégia mais invasiva. Neste caso, falamos especificamente de Outbound Marketing.

De forma resumida esta é a forma mais tradicional de marketing e pretende alcançar novos clientes através de:

  • Publicidade
  • Promoções
  • Telemarketing
  • Anúncios em Televisão
  • Panfletos e Flyers (digitais ou físicos)
  • E-mails para grandes massas de forma indiscriminada
  • Eventos

Não queremos com isto dizer que a estratégia de Inbound é melhor, ou pior, que a de Outbound. Na verdade, os resultados das duas, em conjunto, são fantásticos.

4 etapas de uma estratégia de Inbound Marketing

Agora sabes o que é uma estratégia de atração de clientes e quais os seus benefícios. Assim sendo, está na hora de descobrires como a podes implementar no teu negócio.

Explicamos-te as fases do processo de seguida.

1 – Atrair: Como chamar a atenção da persona

Para atraíres a tua persona, é importante ofereceres conteúdo relevante e de qualidade que resolva uma dor ou necessidade. Existem inúmeras técnicas que podem ser utilizadas nesta etapa, nomeadamente:

  • Artigos de Blog: Podes escrever e publicar artigos que respondam a perguntas frequentes ou que forneçam soluções para os seus problemas.
  • Redes Sociais: As redes sociais devem ser utilizadas para partilhar conteúdo e interagir com o público de forma mais humanizada. Lembra-te que plataformas como o Facebook e Instagram não são voltadas para conversão direta.
  • SEO: Trata-se de uma técnica que visa otimizar o conteúdo do site para que ele apareça nos resultados orgânicos do Google.
  • Marketing de Conteúdo: Podes utilizar outras estratégias, como email marketing, vídeos e infográficos. Garante apenas que todas as ações estão alinhadas e fazem sentido para a tua marca.

2 – Converter: Como transformar visitantes em Leads

Após atraíres o público, está na hora de transformá-lo em leads, ou seja, em potenciais clientes.

Esta ação é feita através de formulários, Landing Pages e outras técnicas que incentivam o visitante a deixar as suas informações de contacto em troca de algo de valor. No Inbound Marketing queremos cativar, por isso, o mais importante é agregares valor!

Há várias técnicas que podem ser utilizadas nesta etapa, nomeadamente:

  • Formulários: Incluir formulários nos artigos do blog ou nas Landing Pages para que o visitante deixe as suas informações de contacto. Aqui também pode ser interessante teres um pop up em algumas páginas específicas do site.
  • Landing Pages: Criar páginas de captura que incentivem o visitante a realizar uma ação específica, como fazer download de um ebook, inscrever-se numa Masterclass ou resgatar um código de desconto.
  • Automações de redes sociais: Ferramentas como o Many Chat podem ser uma ajuda preciosa na captação de novas leads.

Para que tudo isto funcione, é preciso pensares em ofertas irresistíveis. Oferece algo de valor em troca das informações de contacto do visitante.

3 – Fechar: Como transformar leads em clientes

Agora que já conseguiste captar os dados dos visitantes, está na hora de os transformares em clientes. Lembra-te que captares o nome/email do visitante e depois não criares um relacionamento com ele, é desperdício de recursos!

Existem várias técnicas que podem ser utilizadas nesta etapa. As principais são:

  • Newsletter: Enviar uma newsletter associada à tua área de atuação é interessante para alimentares a confiança em ti
  • E-mails: Envia e-mails personalizados com conteúdo relevante para cada pessoa. Imagina que trabalhas com criação de Landing Pages e Tráfego Pago. São áreas complementares e, por isso, as pessoas que estão interessadas numa destas opções estão provavelmente interessadas na outra. No entanto, imagina que trabalhas só com SEO e depois tens outra marca que vende acessórios para cães. Os 2 públicos não estão relacionados, por isso, deves segmentar a comunicação.
  • Automação de Marketing: Podes utilizar ferramentas de automação de marketing para criar uma relação personalizada e aquecer o público para a compra.

Mais uma vez frisamos: para que tudo funcione deves oferecer conteúdo personalizado para cada lead, tendo como base as suas necessidades e interesses. Esta é a base de uma estratégia de Inbound Marketing bem-sucedida.

4 – Encantar: Como fidelizar clientes

A compra não é o fim, é o início de tudo. Depois de passar o cartão, vais querer garantir que ele fica satisfeito com o produto ou serviço.

Podemos utilizar algumas técnicas nesta fase. As principais são:

  • Suporte Personalizado: Oferece suporte personalizado através do WhatsApp ou outra plataforma que faça sentido. Assim podes não só esclarecer as suas dúvidas como garantir um contacto humanizado.
  • Overdelivery: A verdade é que quando ofereces ao teu cliente mais do que aquilo que ele estava à espera, estás a melhorar a perceção que ele tem da tua marca.
  • Programas de Fidelização: Cria um programa de fidelização que recompense os clientes. Pode ser, por exemplo, a compra de um novo produto a um preço mais baixo ou a oferta de uma sessão de consultoria.

A importância das Landing Pages para uma estratégia de Inbound Marketing bem-sucedida

Se leste tudo, viste que no ponto dois, associado à conversão, falámos de Landing Pages. Mas qual é a importância destas páginas numa estratégia de Inbound Marketing?

Estas são páginas criadas especificamente para receber tráfego de campanhas de marketing com vista à realização de uma ação pré-definida. As ações mais comuns são descarregar um ebook, subscrever uma newsletter, inscrição numa Masterclass ou evento ao vivo.

As páginas de captura são especialmente importantes porque oferecem uma experiência personalizada ao visitante. Além disso, permitem que a empresa recolha informações valiosas sobre o seu público. Isso acontece, pois não têm qualquer ponto de fuga. Ou seja, a partir do momento que a pessoa abre a página, ela não tem nenhuma opção de saída (sem ser, obviamente, fechar a página).

Quando bem feitas, as Landing Pages têm um potencial de conversão muito interessante. Desta forma acabam por contribuir para o sucesso da estratégia global de marketing da tua marca.

Esperamos que este resumo te tenha ajudado a esclarecer o que precisas de saber sobre Inbound Marketing. Se tiveres alguma dúvida ou quiseres partilhar a tua experiência nesta área, deixa um comentário abaixo. 🙂

Ver mais

Já conheces os 8 Ps do marketing

Já conheces os 8 Ps do marketing?

Graças à evolução tecnológica e à inserção dos negócios na era digital, melhorar conceitos mais antigos de marketing tornou-se essencial. Assim sendo, os 8 Ps do marketing são uma versão melhorada e atualizada da tradicional

Ler Mais »
7 tendências de design gráfico para 2024

7 tendências de design gráfico para 2024

Design gráfico: 7 tendências para implementares na comunicação visual Os últimos anos foram marcados por diversos acontecimentos impactantes: a pandemia, a guerra, o fortalecimento de movimentos sociais, o desenvolvimento de novas tecnologias… Quer queiramos, quer

Ler Mais »
plugins premium WordPress
Utilizamos cookies para garantir que tens a melhor experiência no nosso site. Ao continuares a usar este site, assumimos que estás satisfeito com as condições de utilização